Assembleia aprova parecer do Conselho Fiscal e elege delegados para os Congressos da CUT

Na manhã da última sexta-feira, dia 28 de junho, o SINDSEPE/RS realizou Assembleia Geral Ordinária para deliberar sobre o Parecer do Conselho Fiscal, referente a Prestação de Contas do período de 2018.

Após a aprovação do parecer, foi aberta a Assembleia Geral Extraordinária para debater a conjuntura estadual e nacional e eleger os/as delegados/as para os Congressos da CUT – CONCUT E CECUT/RS. A assembleia contou com a presença do diretor da CUT/RS Paulo Farias, que explicou como será o processo dos congressos que este ano, excepcionalmente, o nacional ocorrerá antes do estadual, .

Para o 13º Congresso Nacional da CUT (CONCUT – “Lula Livre” – Sindicatos Fortes, Direitos, Soberania e Democracia), que acontece de 7 a 10 de outubro, em Praia Grande, no litoral paulista, foram eleitas Diva Luciana Flores da Costa, Lucia Guedes Diefenbach e Eva de Luca.

Para o 15º Congresso Estadual da CUT do Rio Grande do Sul (CECUT-RS), além das delegadas nacionais, foram eleitos Janaina Noronha e Rubem dos Santos, como titulares, e Luci Gedel e Luiz Ferreira, como suplentes.

Clique aqui para ler o caderno de subsídios ao 13º CONCUT!

Clique aqui para ler as normas e orientações do 13º CONCUT!

A assembleia, por fim, aprovou uma Moção de Apoio aos Metroviários que foi encaminhada para o Sindicato da categoria.

Confira a íntegra da moção:

O Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul – SINDSEPERS vem por meio desta moção registrar seu apoio e respeito à categoria dos metroviários que há anos lutam contra a privatização do metrô no Rio Grande do Sul.

No dia 14 de junho, o SINDIMETRÔ e os metroviários engrossaram as fileiras e se juntaram ao conjunto da classe trabalhadora do Brasil na realização da grande greve geral em defesa do direito à aposentadoria.

Este ato legítimo, resultou na suspensão do contrato de trabalho de 6 metroviários que participaram ativamente do dia de luta na defesa de direitos historicamente conquistados. A atitude tomada pela direção da empresa Trensurb foi extremamente autoritária, criminalizando os trabalhadores grevistas como se estes estivessem agindo fora da lei.

O SINDSEPERS repudia veementemente a atitude tomada pela direção da empresa, que desrespeitou o direito constitucional de greve dos trabalhadores.

Os servidores públicos do estado do Rio Grande do Sul, representados pelo SINDSEPERS, demonstram toda solidariedade aos Metroviários e ao SINDIMETRÔ que seguem firmes na luta por justiça e na defesa dos direitos dos trabalhadores do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *